Home Cursos e Concursos Concurso da Polícia Civil/RS: veja o que é preciso para passar

Concurso da Polícia Civil/RS: veja o que é preciso para passar

295
0
Compartilhe
Concurso da Polícia Civil/RS: veja o que é preciso para passar
Concurso da Polícia Civil/RS: veja o que é preciso para passar

Muita gente tem nos procurado para saber mais detalhes sobre o concurso da Polícia Civil do Rio Grande do Sul. Por isso, hoje voltaremos ao assunto aqui no blog.

Anteriormente, falamos do conteúdo que cai na prova teórica. Inclusive, destacamos como o conhecimento de Língua Portuguesa tem bastante peso na avaliação, tanto para o cargo de inspetor quanto para as vagas de escrivão da PC/RS.

Agora nossa atenção se volta a outras questões: quais são os requisitos para quem quer se inscrever? Que etapas os candidatos precisam cumprir? Como se preparar para elas?

As respostas seguem abaixo. Fique conosco e confira os detalhes!

Quais são os requisitos para o concurso da PC/RS?

– Ser brasileiro nato ou naturalizado;

– Ter, no mínimo, 18 anos de idade ao se matricular no curso de formação profissional da Acadepol (mais detalhes abaixo);

– Ter RG e CPF válidos;

– Estar em dia com as obrigações militares e eleitorais;

– Ter concluído curso superior reconhecido pelo Ministério da Educação;

– Possuir Carteira Nacional de Habilitação – categoria B ou superior;

– Apresentar saúde física e psiquiátrica, bem como aptidão psicológica compatível com a função;

– Ter conduta moral, social e profissional compatíveis com a vida de policial.

Saiba mais: Língua Portuguesa vale até 50% da prova no concurso da Polícia Civil/RS

Quais são as etapas para ingressar na Polícia Civil do RS?

  1. Capacitação intelectual

A primeira etapa do certame é conhecida como capacitação intelectual. Esse é o nome técnico da prova escrita.

Na edição mais recente do concurso para escrivão e inspetor da PC/RS, realizada em 2017, essa fase se dividiu em duas partes. A saber: Língua Portuguesa e Redação; Conhecimentos Específicos e Conhecimentos Gerais.

A prova de Língua Portuguesa envolveu questões de interpretação de texto e gramática. Já a dissertação trouxe o tema “a tecnologia no cotidiano policial”, podendo ter entre 35 e 50 linhas.

Os conhecimentos específicos versavam sobre diferentes áreas do Direito (penal, processual, constitucional, administrativo e humanos). Enquanto isso, os conhecimentos gerais passearam por Informática, História, Geografia e Atualidades.

  1. Capacitação física

Os candidatos aprovados na prova teórica seguem para o Teste de Aptidão Física (TAF). Ele prevê uma série de tarefas que avaliam o condicionamento dos participantes.

Baseando-se no edital de 2017, primeiro vem o teste de flexibilidade. Sentado no chão, com as pernas estendidas, o candidato deve flexionar o quadril para a frente. O objetivo é alcançar a maior distância possível.

Em seguida, teste de abdominal com pontuação progressiva: pelo menos 32 repetições para homens e 27 para mulheres. Para atingir o escore máximo, eles têm que superar a marcas de 45 movimentos e elas, 38.

Depois é a vez do teste de barra fixa, para aferir a força. Nesse caso, homens devem registrar pelo menos três repetições. Mulheres, sustentação por no mínimo dez segundos.

Para completar, teste de corrida, que consiste em percorrer uma distância mínima em 12 minutos. O trajeto deve ser de pelo menos 2,2km para os homens e 2km para as mulheres. Quanto mais quilometragem a pessoa faz, mais alto pontua.

Saiba mais: Como preparar o corpo para o TAF

  1. Sindicância sobre a vida pregressa

A também chamada investigação social serve para averiguar se o candidato apresenta a conduta moral exigida pela corporação. Para tanto, a Polícia Civil pesquisa antecedentes criminais, histórico de uso de drogas e outras questões que possam comprometer a reputação do indivíduo.

Condenação penal, demissão por justa causa e até mesmo infrações graves de trânsito podem ser motivos para eliminação nessa etapa do concurso.

  1. Exames de saúde

Candidatos considerados aptos na prova de capacitação física são submetidos a outras avaliações de saúde. Se você chegar a essa etapa, receberá um comunicado com os exames que deve providenciar por sua própria conta. Depois, os resultados serão apresentados a uma junta médica.

Vale dizer que o exame toxicológico, para verificar uso de drogas, pode ser solicitado a qualquer momento até a nomeação do candidato ao cargo na PC/RS. Portanto, nada de usar entorpecentes, ok?

  1. Avaliação da aptidão psicológica

Essa fase é popularmente conhecida como exame psicotécnico. Consiste na aplicação de instrumentos avaliativos, além de uma entrevista individual, para observar se a pessoa está apta a ingressar na Polícia Civil.

A avaliação psicológica considera, especialmente, as condições do sujeito para portar arma de fogo e trabalhar sob pressão. E o interessante é que, se houver eliminação nessa etapa, você pode solicitar uma entrevista devolutiva para entender quais foram os critérios usados.

  1. Curso de formação profissional

Finalmente, quem passa por todas as etapas do concurso da PC/RS pode ingressar na corporação, certo? Quase.

Antes disso, você ainda recebe a convocação para o curso de formação profissional da Academia de Polícia Civil do RS (Acadepol). É no ato da matrícula que são apresentados documentos como a CNH e a cópia autenticada do diploma de Ensino Superior.

A carga horária da formação profissional é de 800 horas, podendo haver estágio de avaliação como complemento aos estudos. Você deverá obter um aproveitamento de pelo menos 70% em todas as disciplinas – ou seja, tirar no mínimo nota 7,0 para passar.

De qualquer modo, é importante demonstrar um desempenho excelente nessa etapa. Afinal, a ordem de classificação dos aprovados é o que determina a nomeação definitiva para a Polícia Civil do Rio Grande do Sul.

Saiba mais: Aprenda a decifrar o edital do concurso

Como se preparar para o concurso da Polícia Civil/RS?

Você deve ter reparado que distribuímos vários links ao longo do artigo, certo? Eles remetem a posts que trazem ótimas dicas de preparação para o concurso público. Acesse e aproveite!

No entanto, para quem busca uma preparação ainda mais rigorosa, sugerimos o curso Foco Total – PC/RS. Esse programa traz mais de 900 videoaulas on-line ministradas pela equipe do Andresan Cursos & Concursos.

O material fica disponível on-line até o dia da prova. Ainda, tem simulados trimestrais das disciplinas, mentoria para otimização dos estudos e muito mais.

Não vai perder essa oportunidade, vai? Visite o hotsite e garanta agora mesmo sua vaga na próxima turma! Uma preparação com Foco Total aumenta suas chances de aprovação no certame.

No mais, esperamos que você tenha gostado do conteúdo de hoje. Para outras dicas, inscreva-se gratuitamente na nossa newsletter e receba as novidades por e-mail!

Cadastre-se e receba nossa Newsletter

Gostou do conteúdo? Inscreva-se na nossa newsletter.