Home Dicas de Estudo Como estudar no inverno sem perder o foco?

Como estudar no inverno sem perder o foco?

629
0
Compartilhe
Como estudar no inverno sem perder o foco?
Como estudar no inverno sem perder o foco?

O inverno está chegando e, com ele, vem a preguiça de estudar no frio. Às vezes dá vontade de passar o dia inteiro na cama, entre as cobertas, né?

É da natureza humana. O tempo rigoroso realmente dificulta nossa capacidade cognitiva – convenhamos que não dá para entender Direito Constitucional quando você está com os pés gelados e o corpo tremendo.

Precisa enfrentar essa situação? Pois hoje vamos explicar de que maneira o termômetro interfere no aprendizado. Continue conosco e confira, na sequência, algumas dicas para aquecer sua rotina de estudos.

Como o frio afeta o rendimento nos estudos

Em artigo publicado no Correio Braziliense, o doutor em neurologia Ricardo Teixeira explica que temperaturas extremas são prejudiciais às nossas habilidades mentais. É que o frio exagerado causa desconforto, então acabamos perdendo o foco nas tarefas que estamos desempenhando.

Temperaturas muito baixas também afetam nossa memória de curto prazo. Ou seja: fica mais difícil reter informações novas, o que atrapalha o processo de aprendizado.

Nas regiões mais ao Sul do globo, ainda tem outro agravante. O inverno significa pouca luz, devido aos dias mais curtos. Esse fenômeno está associado ao aumento de sintomas da depressão. E um estado depressivo torna o cérebro menos eficiente.

Resumindo, se já era desafiador estudar para concurso em condições normais, a preparação se torna bem complicada quando o clima está desfavorável. Ainda assim, não tem chuva nem geada que sirvam de desculpa para derrubar sua produtividade. O jeito é se adaptar para encontrar o conforto.

Saiba mais: Precisamos falar sobre a saúde mental dos concurseiros

Dicas para estudar no inverno com conforto

Mas, afinal, como estudar no inverno sem deixar que o frio atrapalhe? Aqui vão algumas dicas práticas para você incorporar no dia a dia:

  1. Adapte seu cronograma de estudos

Tá difícil acordar cedo nas manhãs gélidas? Então respeite seu corpo. Tudo bem dormir umas horas a mais, contanto que você compense esse tempo depois.

Tente concentrar seu horário de estudos no turno da tarde, quando a temperatura costuma estar mais agradável. Se puder preparar um cantinho de leitura onde pegue sol, melhor ainda!

  1. Agasalhe-se

A dica de usar roupas quentinhas no inverno parece óbvia, certo? Só que até essa ação tem um pouco de estratégia.

O segredo do conforto térmico não está tanto nos tecidos pesados, mas, sim, nos acessórios certos. Em vez de se encasacar, cuide para cobrir as extremidades (mãos, pés e cabeça). É por ali que o calor do corpo escapa com mais facilidade. Portanto, invista em meias, luvas, cachecol, gorro e outras peças desse tipo.

  1. Beba líquidos quentes

A hidratação continua sendo fundamental para o desempenho cognitivo, independentemente da estação do ano. Por isso, beber bastante líquido é um cuidado importante inclusive nos dias invernais.

Agora, quando até a água da torneira sai congelante, o jeito é buscar alternativas. Prepare uma garrafa térmica com chá ou água quente para o chimarrão. Dessa forma você se hidrata e ainda mantém o corpo aquecido por várias horas. (Café também é bem-vindo, mas cuidado para não exagerar.)

Saiba mais: Água é o melhor combustível para os estudos

E aí, que achou? Esperamos que o conteúdo de hoje seja útil para você estudar no inverno sem perder o gás!

Aproveite e assine gratuitamente a newsletter do Andresan. Em breve você receberá novas dicas de preparação para concurso público. Até lá!

Cadastre-se e receba nossa Newsletter

Gostou do conteúdo? Inscreva-se na nossa newsletter.