Home Cursos e Concursos Por que a nomeação após o concurso demora tanto?

Por que a nomeação após o concurso demora tanto?

623
0
Compartilhe
7 dicas de saúde para estudantes
7 dicas de saúde para estudantes

Passar no concurso é apenas parte da jornada rumo à carreira pública. Depois disso, você ainda precisa aguardar a nomeação para o cargo, etapa que às vezes leva um tempo longo.

Muita gente não sabe por que a demora acontece – e a espera pode elevar a ansiedade de quem figura na lista de aprovação. Também está nesse grupo? Então siga conosco para entender melhor os meandros do processo seletivo.

Nomeação para cargo público demora mesmo?

Primeiro devemos refletir se a nomeação demora tanto assim, ou se o fenômeno não passa de impressão. Para quem vê de fora, um concurso público é bastante demorado. Porém, cada etapa do processo respeita datas descritas no edital.

A aplicação da prova é só uma delas. Após isso vem o tempo de correção das questões, o período para receber e avaliar recursos e, finalmente, a publicação do gabarito definitivo. O intervalo entre cada procedimento costuma ser de poucos dias.

Mas não para por aí. O certame pode contar com fases posteriores, tais como a prova de títulos, o teste de aptidão física e a investigação social. Enfim, são diversos desafios até chegarmos à lista final de aprovados. Para quem está nessa roda-viva, tudo transcorre rápido até demais.

O que atrasa a nomeação após a aplicação do concurso?

Depois que todas as etapas são concluídas, ocorre a homologação do concurso público. É a partir daí que conta o período de validade do certame. O prazo geralmente é de dois anos, prorrogáveis por mais dois.

Se o edital previa reposição imediata de vagas, a nomeação dos aprovados tende a ser bem rápida. Coisa de 15 dias, mais ou menos.

Saiba mais: Passou no concurso? Cuidado para não perder o prazo da nomeação!

Claro que a ordem de classificação interfere no resultado. Quem passou em primeiro lugar será chamado antes, e em seguida vêm os próximos, conforme a pontuação obtida.

Só que, na prática, o órgão público tem até dois anos para convocar o pessoal aprovado (ou quatro, havendo prorrogação). Por isso existe a impressão de que a nomeação demora. Se você passou em 47º lugar, vai ter que aguardar o surgimento de uma vaga – o que normalmente acontece com a aposentadoria de servidores.

E isso que ainda nem mencionamos as provas para cadastro de reserva. Nesses casos, realmente, a espera pode ser longa, pois não existe previsibilidade de vagas no edital.

Vale lembrar que a abertura de novos postos de trabalho depende de recursos financeiros. Quando o orçamento está apertado e falta dinheiro para contratar mais gente, as organizações públicas costumam “segurar” a homologação do concurso. Dessa forma, o prazo de validade não começa a correr – e as nomeações atrasam, de fato.

Saiba mais: A crise econômica vai acabar com os concursos no Brasil?

E então, tirou suas dúvidas? Esperamos que o conteúdo de hoje tenha sido útil.

Se você gostou do artigo, aproveite para se inscrever gratuitamente na newsletter do Andresan. Em breve retornaremos com dicas de preparação para os estudos e muito mais. Até lá!

Cadastre-se e receba nossa Newsletter

Gostou do conteúdo? Inscreva-se na nossa newsletter.