Home Dicas de Estudo Conhecimento dá prazer! Curta você também essa sensação

Conhecimento dá prazer! Curta você também essa sensação

25
0
Compartilhe

Aqui no blog nós já falamos sobre como é possível tornar os estudos mais agradáveis, mesmo que você não seja tão fã da atividade. Hoje nosso assunto vai um pouco além: vamos mostrar como o conhecimento dá prazer.

Pode parecer papo de nerd, mas se trata de algo inerente à condição humana. Aprender coisas novas traz uma satisfação incrível! Fique conosco para entender por quê.

Como o prazer surge na nossa mente

Nosso cérebro foi programado para gostar naturalmente de comida, água e sexo, de acordo com reportagem da BBC. Afinal, esses elementos garantem nossa sobrevivência e a perpetuação da espécie no planeta.

Enquanto algumas preferências são inatas, outras experiências prazerosas surgem aos poucos. É necessário criar o hábito para desfrutá-las.

Um exemplo seriam os alimentos amargos. Na natureza, esse sabor está associado a comida estragada, então as crianças apresentam uma tendência de evitar o “gosto ruim”. Porém, à medida que crescem e são introduzidas a pratos mais complexos, elas vão acostumando o paladar. Na idade adulta, podem apreciar o amargor e até rejeitar doces muito açucarados.

Outra maneira de ilustrar como o prazer funciona está relacionada à beleza. Quando assistimos a um filme emocionante ou ouvimos uma música agradável, ativamos o mesmo centro cerebral ligado à satisfação e ao sistema de recompensa.

Mas o belo não se restringe às artes. É possível enxergar a perfeição num texto bem-escrito ou numa fórmula matemática. Só que, para isso, você deve treinar o olhar.

Saiba mais: Como estudar matemática e raciocínio lógico para concurso

O prazer do conhecimento faz parte da natureza humana

O saber é um dos maiores prazeres cultivados pela espécie humana. Pelo menos assim explica o professor Luís Mauro Sá Martino em depoimento ao canal do YouTube Casa do Saber.

O doutor em Ciências Sociais pela PUC-SP lembra que, quando descobrimos algo novo sobre a realidade, nossa percepção muda de lugar. Nós saímos de um entendimento superficial do mundo e passamos a observar os fenômenos de um jeito mais cuidadoso e atento. Isso traz um bem-estar imenso.

Pense na sua preparação para concurso público. É ou não é bacana quando você passa a entender as regras da crase, identificar o aposto e pontuar corretamente uma frase? Não parece que suas redações ganham muito mais qualidade? Sua comunicação escrita não fica melhor?

Pois sim! O conhecimento amplia nossos horizontes. A gente percebe detalhes que, antes, passavam batidos. Tornamo-nos mais criteriosos, e também felizes pelo progresso alcançado.

Contudo, esse estágio de alegria exige esforço. O tempo e a dedicação são essenciais para você obter a recompensa dos estudos.

E não adianta fugir do conteúdo difícil. Para o professor Sá Martino, é justamente o conflito de ideias que nos ajuda a sair da posição de conforto, fazendo-nos questionar e chegar a outros pensamentos.

No mais, lembre-se de que nem sempre estamos preparados emocional ou afetivamente para encarar o desafio dos livros. Às vezes a vida segue por caminhos alternativos. Aí leva um tempo até atingirmos a maturidade necessária para dar uma nova chance ao prazer do conhecimento.

Saiba mais: Como retomar os estudos e se preparar para concurso público

Gostou do conteúdo de hoje? Concorda que o saber traz satisfação? Deixe um comentário!

E aproveite para inscrever-se gratuitamente em nossa Newsletter. Em breve, enviaremos mais dicas de preparação para concurso público. Até lá!

Cadastre-se e receba nossa Newsletter

Gostou do conteúdo? Inscreva-se na nossa newsletter.