Home Dicas de Estudo 5 erros que atrapalham a produtividade nos estudos

5 erros que atrapalham a produtividade nos estudos

451
0
Compartilhe

A internet está cheia de dicas para você melhorar o rendimento nos estudos. O problema é que não existe receita única para a produtividade. Inclusive, alguns hábitos aparentemente benéficos são verdadeiras armadilhas, podendo causar efeito contrário ao esperado.

As 5 armadilhas da produtividade nos estudos

Pensando no seu bem-estar, listamos cinco erros que a maioria dos candidatos comete na preparação para concurso público. Acompanhe o post de hoje e aprenda a organizar uma rotina de estudos mais saudável!

  1. Acordar cedo

O velho ditado de que “Deus ajuda quem cedo madruga” fazia sentido na sociedade rural. Era preciso acordar de madrugada para aproveitar ao máximo a luz do sol durante a lida no campo.

Já na realidade urbana, horários de trabalho são mais flexíveis. Por isso, respeite o seu organismo. Tem gente que acorda cedo e fica bem. Tem gente que luta contra o sono nas primeiras horas da manhã e sempre perde a batalha. Portanto, faça o que for mais confortável para você.

  1. Usar estimulantes

Há concurseiros que recorrem a métodos duvidosos para se manter despertos. O uso da Ritalina, por exemplo, já foi abordado aqui no blog. A compra sem prescrição médica é ilegal, e o abuso da substância pode afetar a memória. Ou seja: o desempenho intelectual fica prejudicado.

Até mesmo o café deve ser consumido com cautela. Em excesso, a bebida causa inquietação e insônia. Péssima notícia a quem depende de uma boa noite de sono para reter o conhecimento.

  1. Fazer lista de tarefas

Organização melhora a produtividade nos estudos, não temos dúvidas disso. Porém, usando uma lista de afazeres, existe o risco de se gastar tempo demais com atividades menos importantes.

Você organiza os materiais de aula, troca mensagens com colegas, enfim, cumpre as tarefas mais fáceis. E risca várias pendências da lista, claro. Então, quando chega a hora de ler sobre Direito Constitucional, sua energia está muito baixa. Foi um dia produtivo, mas que não trouxe resultados à sua preparação para concurso, entende?

  1. Estudar primeiro as matérias fáceis

Começar a sessão de leituras pelas disciplinas fáceis é outra forma de se iludir. Obviamente, você vai avançar rapidinho no conteúdo da apostila – e terá um falso senso de progresso. Enquanto isso, as matérias cabeludas continuarão à espera de uma chance.

Fica a dica: use as primeiras horas de estudo para o conteúdo mais difícil. É melhor se concentrar nele quando ainda estamos com todo o gás.

(Vale lembrar que, no dia da prova, a estratégia muda. Responda primeiro as questões mais fáceis para elevar suas chances de acerto.)

  1. Trabalhar sem descanso

Os especialistas afirmam que o cérebro humano se concentra numa única atividade, em média, por 90 minutos. Depois desse limite, o rendimento cai. É o momento de dar uma pausa, tomar água ou fazer exercícios laborais.

Frente a isso, algumas metodologias de produtividade, como a técnica Pomodoro, preveem períodos de estudo focado intercalados por pequenos descansos. Pode funcionar para você.

No entanto, tente não levar essa abordagem ao pé da letra. Quando se entra no “fluxo” – estado de consciência em que o trabalho flui sem você sentir o tempo passar –, não vale a pena forçar uma interrupção.

Gostou das dicas? Esperamos que, ao eliminar esses erros de produtividade, sua preparação para concurso público fique ainda melhor! Se o artigo de hoje foi útil para você, aproveite para se inscrever em nossa newsletter. Voltaremos em breve com novidades. Até mais!

Cadastre-se e receba nossa Newsletter

Gostou do conteúdo? Inscreva-se na nossa newsletter.