Home Cursos e Concursos Como escolher o melhor concurso para prestar?

Como escolher o melhor concurso para prestar?

441
0
Compartilhe

Muitos são os motivos que podem levar alguém ao serviço público. A estabilidade na carreira e os salários acima da média do mercado costumam ser grandes atrativos. Porém, em meio a tantas possibilidades de atuação, como definir o melhor concurso ao qual se dedicar?

Essa é uma pergunta difícil de ser respondida. Afinal, o trabalho de um técnico administrativo é bem diferente das rotinas de um policial federal, por exemplo. A escolha vai da personalidade de cada um.

De todo modo, existem alguns fatores que ajudam os candidatos a fazerem a opção certa. Acompanhe nosso raciocínio e veja qual caminho seguir.

Aptidão para a carreira pública define qual é o melhor concurso

Antes de você se deslumbrar com um contracheque robusto, tente imaginar-se ocupando um cargo público. Será que a carreira de servidor é para você? Nós já abordamos essa discussão aqui no blog, mas vale a pena retomá-la um pouco.

Pense que a aprovação no certame será o início de uma trajetória profissional. Portanto, se você quiser fazer seu serviço bem feito, é importante sentir-se confortável no posto.

Atuar num órgão público demanda organização e compromisso com horários, algo que pode ser mais fácil para algumas pessoas que para outras. Também é necessário ter familiaridade com as leis – e, nesse ponto, não há escapatória: deve-se estudar bastante.

Ou seja: quem não gosta de ler, interpretar textos e resolver desafios dificilmente se adaptará à burocracia. É o seu caso?

Tempo disponível para os estudos também pesa na decisão

A disponibilidade para estudar é outro ponto que ajuda a determinar o concurso mais adequado para a sua situação. Trata-se de um dilema mais matemático que existencial, digamos assim.

Primeiro, trace metas. Em quanto tempo você pretende conquistar a aprovação? Lembre-se de que certas provas são mais difíceis que outras, seja porque a concorrência é grande, seja porque as matérias são mais complicadas.

Isso leva a uma segunda questão. Sua base educacional é boa o bastante para você competir por uma vaga num órgão público? Muitas vezes, é preciso dar um passo para trás e retomar conceitos básicos de Língua Portuguesa e Matemática. Depois, vêm as apostilas sobre Legislação e conhecimentos específicos.

Alguns concurseiros contam com o apoio financeiro dos pais e da família. Eles conseguem se dedicar o dia inteiro aos estudos, o que tende a trazer resultados satisfatórios em menos tempo. Já quem trabalha em turno integral precisa adequar a rotina de aulas, leituras e revisões a um cronograma mais apertado. Resta saber se as horas disponíveis no dia são suficientes para a preparação.

Vale lembrar que cada indivíduo assimila o conteúdo num ritmo diferente. Por isso, nem sempre se consegue prever o tempo necessário para passar num concurso. Quem define a urgência é você.

Uma dica para candidatos de primeira viagem é começar por concursos mais simples. Isso eleva as chances de aprovação. Aí, uma vez dentro da máquina pública, dá para ter uma noção de como funciona a carreira naquele setor. Nada impede que você continue tentando outras provas depois, ou mesmo que estude para mais de um certame simultaneamente.

Gostou das dicas? Esperamos que o artigo de hoje ajude você a escolher o concurso que melhor atenda aos seus objetivos. Obrigado pela leitura e até a próxima!

 

Cadastre-se e receba nossa Newsletter

Gostou do conteúdo? Inscreva-se na nossa newsletter.