Home Cursos e Concursos Truques de memorização funcionam! Aprenda algumas técnicas

Truques de memorização funcionam! Aprenda algumas técnicas

306
0
Compartilhe
Truques de memorização funcionam! Aprenda algumas técnicas
Truques de memorização funcionam! Aprenda algumas técnicas

O Ser humano aprende por repetição. Não se trata de decoreba, mas, sim, de familiarizar-se com as informações aos poucos, até que as lições saiam da cabeça naturalmente. Porém, em se tratando de preparação para concursos públicos, o conteúdo pode ser pesado demais. Em casos assim, alguns truques de memorização podem ajudar.

Como funcionam os truques de memorização?

Você já deve ter ouvido falar em pessoas que gravam, em poucos minutos, sequências aleatórias de números ou a ordem das cartas de um baralho inteiro. Existem até competições para testar as habilidades de memorização desses sujeitos.

Na verdade, eles não têm cérebros superdesenvolvidos nem inteligência acima da média. O que acontece é uma associação de ideias – técnica que pode ser exercitada nos estudos.

O segredo de muitos campeões está em criar cenas mentais que evoquem um assunto. Por exemplo: visualize um rei sentado no trono, mas sem coroa. Essa imagem pode lhe fazer lembrar de que não se usa crase diante de pronomes de tratamento, tais como Vossa Majestade.

Parece esquisito, mas pode funcionar. A intenção, aqui, é estimular diferentes tipos de memória: a auditiva, a visual e a sinestésica. Acompanhe outras dicas.

  1. Leia mais de uma vez

Você dificilmente conseguirá fixar o conteúdo numa única leitura. A primeira vez serve para se ter um panorama geral da matéria a ser compreendida. Depois, vale “quebrar” o texto em partes menores. Leia um ou dois parágrafos e procure entender do que tratam, quais são as ideias-chave e quais são os termos mais relevantes.

  1. Dê uma aula (mesmo que de mentirinha)

Para explorar outras áreas do cérebro, leia o conteúdo em voz alta. Isso estimula a memória auditiva. Não é à toa que muitos cursinhos pré-vestibular inventam músicas para fórmulas matemáticas: as rimas e as cadências da melodia colaboram para registrar informações densas.

Na falta de uma canção, a oralidade já ajuda. Tente explicar, com suas palavras, o capítulo da apostila. Pode ser diante do espelho ou para algum amigo. O ato de ensinar a alguém, nem que seja a si mesmo, também é um método de revisão e rememoração.

  1. Aproveite o ambiente

Os resumos, além de serem uma importante ferramenta de estudos, podem compor outra técnica de memorização. Disponha-os em fichas e espalhe-os num mural, ou mesmo pelas paredes do quarto, desde que respeitando uma sequência lógica.

Utilize papéis coloridos. Se preferir, faça um desenho diferente ao lado de cada página. As figuras funcionarão como símbolos, facilitando a associação de ideias. Em suma, busque novos estímulos sensoriais para “despertar” seus neurônios.

  1. Elimine as distrações

Barulhos externos e notificações de celular são os principais inimigos do concurseiro. Memória se consolida com foco e atenção. Desligue aparelhos eletrônicos e refugie-se num ambiente calmo.

Algumas pessoas gostam de ler em pé. Essa postura aumenta a atenção e espanta o cansaço. No entanto, se o sono bater, é hora de parar. Uma noite bem-dormida contribui para fixar as matérias na cabeça.

Gostou? Essas foram nossas dicas. Se você conhece outros truques de memorização, deixe um comentário e compartilhe seu conhecimento com os demais leitores! E não se esqueça de seguir de olho no nosso blog para acompanhar novidades sobre concursos públicos.

Cadastre-se e receba nossa Newsletter

Gostou do conteúdo? Inscreva-se na nossa newsletter.