Home Dicas de Estudo Estes alimentos podem atrapalhar seu rendimento nos estudos

Estes alimentos podem atrapalhar seu rendimento nos estudos

419
0
Compartilhe

A dieta do concurseiro afeta diretamente o rendimento nos estudos. Uma pessoa com o organismo em equilíbrio tem melhores condições de memorizar conteúdo e desenvolver o raciocínio. Portanto, você deve fugir de alimentos prejudiciais, que causam o efeito oposto no seu corpo.

5 alimentos que prejudicam os estudos

Não estamos recomendando um regime restritivo. A dica é, apenas, evitar exageros gastronômicos durante a semana.

A rotina de preparação para um concurso público já é estressante por si só. Ao descontar a tensão na comida, ingerindo todos aqueles lanches gostosos, você agrava ainda mais a situação. Entenda por quê.

1. Frituras

Pratos muito gordurosos sobrecarregam o estômago. Assim, o órgão demanda energia extra para realizar a digestão. O resultado é aquela sonolência após o almoço ou a janta, impedindo que você se concentre em outras atividades.

Além disso, as frituras podem causar um fenômeno conhecido como esteatorreia, a presença de gordura nas fezes. O sistema digestivo tem dificuldade para processar esse tipo de alimento, o que leva a desconfortos intestinais.

2. Fast food

Aqui no blog, nós sempre reiteramos que os períodos de estudo devem ser intercalados com intervalos para o descanso. Um lanchinho entre uma leitura e outra colabora para elevar a produtividade. Porém, na ânsia de retornar às apostilas, muita gente aposta em soluções rápidas (e deliciosas), como os hambúrgueres e os biscoitos.

O problema está na baixa qualidade nutricional dessas opções. Sem a variedade de nutrientes necessária, as funções corporais saem prejudicadas. Estudos relacionam a má alimentação a dificuldades cognitivas desde a infância.

Ou seja: você até pode comer um sanduíche de vez em quando. No entanto, melhor complementar o cardápio com frutas, carnes magras e cereais integrais.

3. Café

Novamente, a questão está na quantidade. Muitos concurseiros adoram um cafezinho para “turbinar” o cérebro. E, de fato, alguns componentes da bebida são estimulantes naturais.

Ocorre que o excesso de cafeína pode prejudicar o sono. Alguns sintomas de que algo vai mal são inquietação, taquicardia e, claro, insônia. Nesse cenário, o corpo não consegue descansar como deveria. Há consequências ruins para a memória e o aprendizado.

4. Proteínas processadas

Esse grupo inclui os embutidos. É o caso dos apresuntados, das salsichas e dos salames. Pobres em nutrientes, esses substitutos duvidosos para a carne podem conter uma quantidade elevada de sal.

O sódio está ligado a doenças cardiovasculares, tais como a hipertensão. Também pode agravar dores de cabeça e afetar o sistema cognitivo. Já imaginou como esses transtornos podem comprometer seu rendimento nos estudos?

5. Álcool

Bebidas alcoólicas costumam inflamar o revestimento do estômago. Como resultado, o organismo tem dificuldade de absorver nutrientes. Isso sem contar a azia e o refluxo, agravados porque o esfíncter esofágico se relaxa.

Ainda, o consumo de álcool causa confusão mental. Realizar cálculos, relembrar informações ou mesmo formular frases coerentes fica mais difícil. Ou seja: melhor abster-se dos drinques durante a preparação para o concurso. Reserve a cervejinha com os amigos para comemorar sua aprovação. 😉

Gostou das dicas? Tem outro alimento que você procura evitar enquanto está estudando? Deixe um comentário!

Cadastre-se e receba nossa Newsletter

Gostou do conteúdo? Inscreva-se na nossa newsletter.