Home Dicas de Estudo A importância das mídias digitais para o aprendizado do concurseiro

A importância das mídias digitais para o aprendizado do concurseiro

944
0
Compartilhe

Hoje vamos falar sobre a importâncias das mídias digitais na preparação de um concurseiro. Pode parecer contraditório, pois este blog vive reiterando que as redes sociais atrapalham a concentração nos estudos. Acontece que, usados com sabedoria, esses recursos também podem ajudar você a conquistar a tão sonhada aprovação. Entenda por quê.

Importância das mídias digitais no aprendizado

A nossa vida é digital. Nós trocamos mensagens, lemos notícias e assistimos às nossas séries favoritas pela internet. Não tem como fugir dessa realidade.

As novas tecnologias se tornaram tão importantes que, muitas vezes, elas acabam virando questão de prova de concurso. Pense nos certames que solicitam noções de Informática, por exemplo. Esse conhecimento não se resume aos comandos para ligar o computador ou salvar um arquivo. Às vezes, há perguntas sobre a função do Twitter ou do Instagram.

Esse tipo de enunciado também pode compor a prova de Atualidades. Afinal, a presença das redes sociais é tão forte no dia a dia que chega a influenciar os rumos da sociedade. Basta lembrar-se de fatos recentes, como as fake News que circulam no WhatsApp ou o vazamento de dados de usuários do Facebook, que resultou no escândalo da Cambridge Analytica.

Se você não faz ideia do que estamos falando, talvez tenha passado tempo demais em meio a apostilas e cadernos. É hora de aproveitar o que as mídias digitais têm a oferecer de bom para os concurseiros. Que tal começar com aplicativos desenvolvidos especialmente para melhorar o foco numa atividade? Seus estudos ficarão mais produtivos.

Como usar mídias digitais na preparação para concurso público

A organização do tempo talvez seja um dos principais desafios de quem se prepara para concurso público. É necessário reservar intervalos para o lazer, mas aqueles minutinhos no celular podem ser um gatilho para horas e horas de distração. Portanto, você deve encontrar meios de tirar o melhor proveito das redes sociais. Confira três sugestões:

  1. Use grupos do Facebook (com cautela!)

Nem só de memes e textões vive esse site. Muitos grupos do Facebook reúnem concurseiros do país inteiro. São um espaço para discutir métodos de estudo, trocar informações sobre as matérias e, claro, encontrar apoio emocional nos momentos difíceis. Participar da conversa pode ser uma boa ideia.

A chave está no autocontrole. Estabeleça um período fixo do dia para ler e responder as mensagens. De preferência, restrinja esse tempo a 20 minutos ou meia hora.

  1. Desabilite as notificações

O que os olhos não veem o coração não sente, certo? O ditado se encaixa perfeitamente na era digital. Você se distrai toda vez que o celular apita indicando uma nova solicitação de amizade ou uma atualização de status do colega.

Para acabar com o mau hábito, vá às configurações dos aplicativos e desabilite todas as notificações. No início é difícil, mas depois você terá menos ansiedade ao longo do dia. Acredite!

  1. Eleja prioridades

Lembre-se de que nem sempre as conversas em grupos on-line são produtivas. Se você acha que está desperdiçando tempo nos fóruns de discussão, saia sem dó. Dê preferência ao conteúdo que realmente tenha algo a acrescentar. Você pode, quem sabe, seguir páginas de professores ou portais de notícias para se atualizar.

Tem alguma sugestão? Conte para nós nos comentários! Bons estudos e boa sorte na preparação.

Cadastre-se e receba nossa Newsletter

Gostou do conteúdo? Inscreva-se na nossa newsletter.