Home Fique por dentro Prepare-se para o concurso de Oficial de Justiça do TJ/RS

Prepare-se para o concurso de Oficial de Justiça do TJ/RS

5529
0
Compartilhe

Foi autorizado o edital do concurso para Oficial de Justiça – classe “O” do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJ/RS). O cargo, de nível médio, é mais uma oportunidade para ingressar na carreira de servidor público. Continue conosco e saiba detalhes.

O que faz um oficial de justiça

O Poder Judiciário é responsável pelo cumprimento das leis. Para que a máquina funcione, existe o esforço de toda uma equipe. Cabe ao oficial de justiça, por exemplo, garantir que as sessões de julgamento transcorram da melhor forma possível. São incumbências do profissional:

– Preparar salas com os materiais necessários às sessões;

– Separar e ordenar processos, além de colher assinaturas;

– Atender advogados, partes e estagiários presentes no julgamento, fornecendo as informações pertinentes;

– Auxiliar na manutenção da ordem;

– Cumprir mandados judiciais e efetuar prisões, quando for preciso.

A jornada de trabalho segue o regime de 40 horas semanais. Em alguns casos, é necessário realizar plantões fora do horário regular de expediente. Isso depende da natureza do serviço a ser prestado.

A classe “O” engloba o quadro de servidores da Secretaria do Tribunal de Justiça. Trata-se do 2º grau de jurisdição. A remuneração prevista é de R$ 9.305,55, segundo a assessoria do TJ/RS.

Como se preparar para o concurso do TJ/RS

O último concurso para a categoria ocorreu em 2009. Ou seja, há uma defasagem de vagas que precisa ser corrigida. Portanto, vale a pena ir se preparando desde já.

Conforme o edital da época, o certame consistiu numa prova objetiva com duração máxima de quatro horas. Nesse tempo, os candidatos precisavam resolver 70 questões de múltipla escolha.

A parte de maior peso envolvia o conteúdo de Língua Portuguesa. Foram 36 perguntas, com pontuação de 1,5 cada. Em seguida, vinham 24 questões de conhecimentos específicos, também valendo 1,5 cada uma. Por fim, havia dez questionamentos sobre tópicos de Legislação, com peso 1,0.

O processo seletivo teve caráter eliminatório e classificatório. Para figurar na lista final, era preciso atingir uma pontuação mínima: 27 acertos em Língua Portuguesa, 18 em Conhecimentos Específicos e cinco em Tópicos de Legislação.

Embora a data da nova prova ainda não esteja confirmada, você pode se basear nas exigências da banca anterior para estudar. No que tange a Português, cabe enfatizar ortografia, morfologia, sintaxe e interpretação textual.

Os conhecimentos específicos da área versam sobre atos, diligências e outros procedimentos pertinentes ao cargo. Já a prova de Legislação cobra noções acerca das matérias:

Constitucional;

Administrativa e de Organização Judiciária;

Cível e Processual;

Criminal e Processual.

É muito fácil confundir-se em meio a tantas regras e tantos termos técnicos. Por isso, nossa sugestão é procurar um curso preparatório que ofereça material didático de qualidade e professores capacitados para tirar suas dúvidas.

Com o curso extensivo a distância para o concurso do TJ/RS, você organiza seu plano de estudos de acordo com o próprio ritmo. Assista às videoaulas quando e onde quiser.

Comece sua trajetória rumo à estabilidade financeira! Matricule-se no Andresan – Cursos e Concursos e fique mais perto da aprovação.

Cadastre-se e receba nossa Newsletter

Gostou do conteúdo? Inscreva-se na nossa newsletter.