Home Dicas de Estudo Descubra como definir objetivos de estudo

Descubra como definir objetivos de estudo

670
0
Compartilhe

Quem tem objetivos de estudo bem definidos leva vantagem. Sabendo o que se quer, é possível otimizar o tempo e preparar-se com mais vigor. Numa área tão disputada quanto a dos concursos públicos, essa postura faz a diferença.

Como definir objetivos de estudo

Pense num jogo de futebol. A meta do time é bem simples: atravessar o campo, chutar a bola na área do adversário e marcar o gol.

Agora, imagine o gramado sem redes, linhas brancas ou mesmo arquibancadas no entorno. Os jogadores não têm pontos de referência e, por isso, não sabem como agir. Por mais dribles, passes e chutes que executem, apenas gastarão energia sem atingir um resultado satisfatório.

O mesmo acontece em qualquer tarefa da vida. Para saber aonde se quer chegar, é necessário traçar uma rota. Quando o alvo está bem à nossa frente, claro e delimitado, fica mais fácil elaborar uma estratégia para alcançá-lo.

O plano de estudos do concurseiro deve levar em conta o objetivo final. Dessa forma, pode-se aproveitar o tempo com mais qualidade. Confira algumas dicas:

1.Saiba o que você quer

Existem diferentes motivos que levam alguém a buscar a carreira de servidor público. Pode ser a estabilidade, o retorno financeiro ou a possibilidade de aprimorar habilidades específicas. Qualquer que seja a razão, ela deve motivar as escolhas seguintes.

O próximo passo é pesquisar carreiras que atendam aos seus anseios pessoais. Procure saber mais sobre salários, jornada de trabalho e ações desempenhadas no cargo. Na dúvida, recorra a um teste vocacional para identificar qual área seguir.

2.Verifique os requisitos exigidos

Com base no objetivo de vida, é possível filtrar os concursos públicos mais próximos ao seu perfil. Verifique os editais e as provas anteriores para saber que tipo de conhecimento é requisitado. Dessa maneira, será mais fácil organizar o plano de estudos, uma vez que não se gastará tempo com conteúdo genérico.

3.Divida o objetivo em metas menores

Voltando à metáfora do futebol, vale lembrar que o time se organiza em setores. A bola passa da zaga ao meio de campo e, somente então, vai para o ataque. Correr de uma ponta a outra, além de exaustivo, seria contraproducente.

Pense nisso, ao elaborar sua tática de jogo. Um objetivo final pode parecer cansativo e difícil de alcançar. Metas menores, por outro lado, são executadas em pouco tempo e podem incentivá-lo a seguir adiante.

Ou seja, em vez de almejar apenas a aprovação, vá por partes. Estabeleça uma lista mais fácil de cumprir. Exemplo:

– Encontrar editais;

– Estudar;

– Inscrever-se no concurso;

– Revisar o conteúdo;

– Realizar a prova.

4.Organize os estudos

O tempo é outro fator importante para os concurseiros. Os estudos podem começar antes mesmo da abertura do edital. No entanto, assim que ocorre a chamada para as provas, começa a contagem regressiva.

Recomenda-se destinar um período fixo do dia para a preparação (atletas treinam diariamente, não é mesmo?). Distribua as matérias ao longo da semana, com ênfase para as disciplinas mais difíceis (a insistência no treino aperfeiçoa a técnica do jogador).

O plano de estudos deve contemplar leituras, exercícios e a realização de provas simuladas. Revisões periódicas também são importantes, bem como intervalos de descanso entre uma sessão e outra. O corpo – e a mente – precisam recuperar a força para que a entrega seja total, na final do campeonato.

E os seus objetivos de estudo, quais são? Deixe um comentário! E aproveite para conferir outras dicas sobre concurso público aqui no blog.

Cadastre-se e receba nossa Newsletter

Gostou do conteúdo? Inscreva-se na nossa newsletter.