Home Dicas de Estudo Saiba quantas horas você deve estudar por dia

Saiba quantas horas você deve estudar por dia

7807
0
Compartilhe

Tanto conhecimento não se adquire da noite para o dia, mas, sim, com tempo. E é justamente este o assunto de hoje: as horas de estudo para concursos públicos.

O sucesso só existe para quem se dedica. Se você busca a aprovação num processo seletivo disputado, é necessário ter real domínio das matérias que caem na prova. E tanto conhecimento não se adquire da noite para o dia, mas, sim, com tempo. É justamente este o assunto de hoje: as horas de estudo para concursos públicos.

Não existe um cálculo pronto. Cada candidato tem suas responsabilidades e precisa encontrar as técnicas mais eficientes para ler, revisar e assimilar o conteúdo nos intervalos disponíveis. O desafio fica ainda mais árduo quando a pessoa concilia essa preparação com um trabalho formal e as tarefas domésticas.

O caso, infelizmente, não se resolve com uma fórmula matemática. Porém, as dicas a seguir podem servir de modelo. Fique conosco e veja como organizar seu tempo livre para aumentar o rendimento dos estudos.

Quantas horas estudar para um concurso público?

Em reportagem publicada no site da revista Exame, alguns concurseiros aprovados em primeiro lugar dão depoimentos sobre sua rotina preparatória. Muitos deles chegavam a estudar entre oito e dez horas por dia.

É claro que a regra não vale para todos. Quando se trabalha em horário comercial, por exemplo, fica impossível dedicar dias inteiros à função paralela. Nessas situações, a solução é encontrar brechas entre um turno e outro.

Uma alternativa que geralmente funciona consiste em distribuir pequenos períodos de estudo ao longo do dia. Se você vai de ônibus ou metrô para o trabalho, pode aproveitar o deslocamento para ler algum material. Também vale utilizar parte do intervalo de almoço.

Saiba mais: É melhor estudar na biblioteca, no ônibus ou em casa?

O problema é que esses ambientes nem sempre oferecem a estrutura adequada. Com tanto barulho, ou espremendo-se no cantinho de um vagão lotado, fica difícil se concentrar. Por isso, outra opção dos trabalhadores é encarar um terceiro turno.

À noite, é possível dedicar pelo menos três horas diárias para as apostilas e os exercícios. Se isso não for suficiente para dar conta de todas as disciplinas previstas no edital, o jeito é fazer “serão” nos fins de semana.

Rotina de estudos: quantidade X qualidade

Qualquer espaço livre na agenda rende uma oportunidade para estudar. Contudo, existe o risco da estafa, tanto física quanto mental. Não adianta passar horas e horas em meio aos livros e aos cadernos, se o corpo estiver esgotado.

O segredo está num plano de estudos organizado. Divida os dias da semana num quadro de horários e distribua as atividades. Preveja tudo: as horas de sono, as refeições, o trabalho, os exercícios físicos e algum passatempo. Você precisará de pausas para recuperar as energias!

Nas horas que sobrarem, inclua a rotina de estudos em si. Pense nas leituras, nas provas simuladas e nas revisões periódicas. Estipule um período fixo para a realização de cada tarefa. E, claro, siga o cronograma à risca para não acumular conteúdo.

Saiba mais: Passo a passo para montar um plano de estudos

A preparação necessária para um concurso público varia bastante. Dependendo de sua formação acadêmica, você pode já conhecer mais a fundo um ou outro tópico. Assim dá para avançar, mais cedo, às próximas etapas do planejamento de estudos.

O relógio biológico também dita o ritmo. Quando os olhos pesam ou a barriga ronca, é hora de parar. Mais que quantidade, deve-se pensar na qualidade do tempo. É isso que determina o sucesso de um concurseiro.

7 dicas de como otimizar o tempo na preparação para concurso

Até aqui já ficou entendido que o mais importante não são as horas dedicadas aos estudos. Mais vale o proveito que você tira de seu tempo, certo?

Pois chegou o momento de se organizar. Abaixo, trazemos algumas dicas interessantes para quem ainda acha que não tem espaço suficiente na agenda. É o seu caso? Então acompanhe nossas sugestões:

  1. Otimize suas tarefas diárias

Você pertence àquele grupo que chega do serviço e ainda tem que preparar a janta? Experimente fazer toda a comida no domingo e congele pequenas porções para a semana. Essa é uma forma de ganhar uns minutos a mais entre a segunda e a sexta-feira.

  1. Tenha horários para o serviço doméstico

Quando trabalhamos em casa, qualquer responsabilidade doméstica vira motivo para a procrastinação. Tudo bem que varrer a sala e lavar a louça são tarefas necessárias, mas elas não podem conflitar com seus horários de estudos. Designe um tempo específico para realizá-las.

  1. Corte as distrações

Atividades de lazer também fazem parte da preparação para concurso público. No entanto, procure regular a dose. Uma “olhadinha” nas redes sociais pode se transformar em meia hora de curtidas e comentários no Instagram. Isso é tempo perdido! Sugerimos que você mantenha o celular em modo avião.

  1. Conheça seu relógio biológico

Tem gente que acorda cheia de energia para encarar a labuta. Outras pessoas rendem mais à noite. Você deve saber como seu corpo responde aos estímulos. Dessa forma, é possível montar um plano de estudos adequado à sua rotina. Nunca tente lutar contra a própria natureza!

Saiba mais: Como estudar à noite sem pegar no sono

  1. Experimente diferentes técnicas

Assim como o turno do dia interfere na capacidade de aprender, o mesmo ocorre com as técnicas de estudo que você utiliza. Já tentou o método Pomodoro? Ou, quem sabe, alguns truques de memorização? Procure variar os mecanismos até encontrar aqueles que tragam um resultado satisfatório.

  1. Evite substâncias estimulantes

Alguns concurseiros exageram no café porque têm a esperança de que conseguirão estudar mais horas por dia. Só que cafeína em excesso pode atrapalhar o sono, trazendo consequências negativas para a memória e a absorção do conhecimento.

Já medicamentos como a Ritalina são perigosíssimos. Os efeitos colaterais derrubam a produtividade.

  1. Dê tempo ao tempo

Quem deposita muitas expectativas num concurso enfrenta uma pressão psicológica forte. Nesse cenário, a ansiedade pode se tornar inimiga. Por favor, não sofra por antecipação! A jornada será longa mesmo, até porque ninguém colhe o fruto antes de plantar a semente. O jeito é aproveitar cada etapa do processo, um dia de cada vez.

Curtiu? Esperamos que o conteúdo de hoje tenha sido útil.

Não se esqueça que, aqui no blog, sempre trazemos dicas de preparação para concurso público. Assine nossa newsletter para acompanhar as novidades. É grátis!

Cadastre-se e receba nossa Newsletter

Gostou do conteúdo? Inscreva-se na nossa newsletter.